Ensaio de Orquestra Sinfônica com Tim Fain emociona alunos da Villa Lobos

Inesquecível e emocionante. Assim definiram a  participação no Ensaio Aberto do violinista americano Tim Fain com a Orquestra Sinfônica da Petrobras na última sexta feira (14), pais, alunos e professores do  Núcleo Tom Jobim de Búzios da Escola de Música Villa Lobos, realizado na Sala OPES na Fundição Progresso, na Lapa, no Rio.

            A comitiva de Búzios assistiu ao ensaio em redor da orquestra, podendo conversar com os músicos, tirar fotografias e aprender mais sobre instrumentos que ainda não conheciam. Foi o caso, por exemplo, da jovem Daniella de Souza Pereira, de 16 anos, que disse ter ficado impressionada com o baixo acústico, definido por ela, como um “violoncelo gigante”.

  – Eu nunca tinha assistido a apresentação de um concerto e foi lindo. O estilo de música clássica me impressionou. Assim como eu, todos os meus colegas ficaram fascinados. Como quero seguir carreira foi muito útil e me emocionei muito. Se tiver outra apresentação não pretendo perder – comentou a jovem que estuda violoncelo há um ano.

 Também para o jovem violinista Daniel da Silveira, de 15 anos, aquele foi um momento único, tendo ele ficado impressionado, principalmente, com os diferentes tipos de violino, tocando ao mesmo tempo.

– A sincronia deles tocando todos juntos é incrível. Foi muito legal. Só lamentei, porque queria ir muito à apresentação no Teatro Municipal que seria no dia seguinte, mas não foi possível. Se o ensaio foi daquele jeito, imagino como foi a apresentação oficial. – disse.

Adriana Azevedo, mãe de Daniel ficou feliz de acompanhar o filho e vê-lo emocionado, aprendendo detalhes com os músicos.

– Foi uma ótima iniciativa da escola Villa Lobos, pois está investindo no crescimento dos alunos. Ele gostou muito e eu achei uma ótima ideia a escola levar eles até lá – disse.

Rita de Cássia Souza, mãe de Adriana, não pode ir ao Rio, mas comentou ter sido contagiada pela alegria da filha que chegou contando detalhes em casa.

 – Achei importante ela ir, porque já que pretende se formar em música, foi bom para ela conhecer mais da profissão que escolheu. Ela tirou fotos e chegou aqui empolgada – concluiu.

 De acordo com a diretora do Núcleo Tom Jobim, Marta Carvalho, a experiência de ir em caravana a ensaios abertos de  orquestra no Rio poderá ser repetida em breve. Ela terá uma reunião nos próximos dias, com o pessoal da Academia da Orquestra Sinfônica da Petrobras, para tentar agendar novas programações.

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s