Mirinho Braga entregará Búzios com salários em dia e cerca de 25 milhões em caixa

O município de Búzios vai entrar 2013 com o 13º e os salários de dezembro pagos aos funcionários, além de um saldo de 20 a 25 milhões de reais em caixa. Tudo o que dependia do poder Executivo para deixar o orçamento para o ano que vem aprovado foi feito, e só ficou dependendo  da Câmara de Vereadores votá-lo.

A afirmação foi feita, recentemente, pelo prefeito Mirinho Braga, durante um balanço que fez sobre o seu governo, numa entrevista ao vivo a Radio Estação 104.

Mirinho Braga reafirmou estar deixando a prefeitura de Búzios com a certeza do dever cumprido e atribuiu algumas críticas que vem sofrendo por um jornal local desde que perdeu a eleição, ao processo viciado do sistema político vigente no país.

– Eu durmo tranquilo e estou com meu coração em paz. Fiz o melhor pela minha cidade e nada me tira o sono. Optei por não agir pelo sistema que rege a política por aí, e isso incomoda.

O prefeito reafirmou não ter feito nada de errado que desabonasse a sua conduta moral e política, e que seu patrimônio é o seu nome e a sua família, em resposta à jornalista Iva Maria, acerca de dois processos envolvendo o nome dele na justiça.

– Temos total razão nos dois processos e vou responder o que me perguntarem tranquilo. Na véspera da eleição me colocaram na justiça, alegando estar distribuindo títulos de propriedade em José Gonçalves, mas provamos que era mentira. Esse processo ganhamos no tribunal por 6XO. Não interessa para o sistema o político honesto. A gente peita o sistema e é punido por isso – comentou.

Mirinho Braga comentou durante a entrevista sobre algumas obras em andamento que pretende entregar a população antes de 31 de dezembro, citando, a exemplo, a praça de José Gonçalves, as ruas do Yucas (Manguinhos), a pavimentação e drenagem da Rua Quinze e outras em conclusão na Vila Verde, mas disse que a reforma e ampliação da Escola Municipal Nicomedes Theotônio Vieira,  deverá demorar um pouco mais, devendo ficar pronta até o início das aulas em março.

Ele também respondeu a críticas a respeito do concurso público realizado em ano eleitoral, mas garantiu ter se tratado de uma necessidade do município que ainda está sendo estruturado, carecendo do preenchimento de vários cargos-chave para a sua administração, o que só podia ser feito, pela lei, mediante o concurso.

– O Ministério Público exige que a gente faça concurso e há pessoas que não compreendem, e aí vão e denunciam. Ele foi homologado antes da eleição, mas se houvesse nomeação antes disso, ia parecer interesse político, por isso preferimos esperar acabar o processo eleitoral para começar a chamar os aprovados – explicou.

Com relação à crítica sobre a questão da cobrança do estacionamento na cidade feito por uma empresa particular, Mirinho Braga lembrou que a escolha desta foi feita através de licitação, e ainda que haja algumas reclamações sobre o fato desta vir agindo com falhas, é preciso entender que, neste momento, sem a empresa que administra o estacionamento, a cidade sofrerá muito no verão.

-Não estamos aqui para defender a empresa, mas a cobrança de estacionamento na cidade gera receita para o município, e sem isso Búzios fica sem organização e sem uma receita que, no verão, é considerável.

Neste ponto da entrevista o procurador do município, Dr. Sergio Luiz, acrescentou que tirar a organização do estacionamento da empresa licitada que vinha realizando o serviço e colocar em poder de uma outra contratada agora é, no mínimo, incoerente e arriscado.

Com relação a projetos iniciados em seu governo e que poderão sofrer interrupção com um novo grupo à frente da cidade, Mirinho Braga disse esperar que o seu sucessor faça a parte dele.

– Existem projetos importantes, sim, em andamento. Mas tem coisa que acho importante e talvez ele não ache. Não quero comentar sobre isso, porque pode parecer crítica. Eu fiz a minha parte e desejo que o novo prefeito faça o melhor para a cidade, e eleve a condição de vida de cada cidadão – comentou.

A respeito de sua vida política agora que deixa a prefeitura, Mirinho Braga disse que pretende descansar e trabalhar. “Quero apenas observar de fora, e descansar um pouco, cuidar da minha família. Meu planejamento é ajudar alguns amigos que estiverem em campanha”, garantiu, alegando que não pensa em disputar a eleição para deputado daqui a dois anos.

 

Texto Paula Maciel

Foto Sergio Quissak

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s