Educação de Búzios disponibiliza quadro de horários de aulas para a população

Imagem

Um projeto inédito, que visa oferecer transparência à população de Búzios, vem demonstrando que a atual gestão trabalha intensamente pela transformação do município. Desde o início do ano letivo, está disponível no site da Secretaria Municipal de Educação o quadro de trabalho de todos os professores das redes municipais de ensino, com suas respectivas escolas, turmas e horários em sala de aula. A meta, com esta ação, é garantir que pais e responsáveis de estudantes tenham um canal aberto para acompanhar o andamento do ano letivo no município.

            Pelo link http://cadastro.educabuzios.com.br/escolas/quadros_horarios, qualquer internauta pode ter acesso ao quadro de horário de todas as escolas municipais de Búzios. Ali, é possível verificar, o professor que está em sala de aula naquele momento e a disciplina que está sendo ministrada em cada uma das turmas das unidades escolares. Segundo Secretário de Educação, Claudio Mendonça, a iniciativa, que não tem precedentes no município, já repercute entre a população:

            “O que fizemos foi dar transparência para os pais e para a sociedade, mostrando que o espaço do concursado está lá assegurado, assim como o do contratado está bem definido. Ao mesmo tempo, há muitas mães felizes porque já têm o contato direto com a escola e conseguem monitorar o filho, verificando se naquele horário ele tem aula ou não”, disse ele.

Em tempo recorde – 40 dias úteis de governo – a Prefeitura já implementou diversos projetos e reestruturou o sistema da rede municipal de ensino, iniciando o processo de renovação da área educacional, um das prioridades de governo do Prefeito André Granado. Dentre as principais ações, houve, já nas primeiras semanas de janeiro, a informatização do sistema de cadastramento de profissionais e estudantes, criando um mapeamento de mais de oito mil horas de trabalho docente e a contabilização das notas dos alunos em 2012, com o objetivo de monitorar o desempenho dos estudantes buzianos.

O ano letivo de 2013 iniciou, em 18 de fevereiro, com 110 professores concursados em serviço, diminuindo um dos principais problemas da Educação de Búzios que era a falta de professores em sala de aula. Este processo foi possível devido à realização, em tempo recorde, de três processos seletivos concomitantes, para a seleção de professores – incluindo para ministração de aulas de Braille – e diretores gerais.

A seleção para diretores veio atender uma antiga reivindicação dos profissionais buzianos já que é feita exclusivamente para concursados.Segundo o secretário, o principal objetivo deste processo era selecionar e formar líderes que atuem em prol de uma gestão diferenciada e inédita na rede municipal de ensino de Búzios:

“A educação buziana precisa de diretores que sejam líderes e consigam enxergar soluções eficazes ao se depararem com situações como conflitos de alunos e falta de motivação de uma equipe. Porque estar à frente de uma escola envolve vários eixos que vão desde a forma como se lida com seus funcionários até  a administração da merenda escolar”, afirmou o secretário.

Para uma nova gestão na Educação do município, a Prefeitura proporcionou, neste início de ano, a desapropriação do maior equipamento urbano da cidade, o terreno onde funcionava o CEMEI, no bairro da Rasa, e que era de propriedade da Fundação Bem Te Vi. O principal benefício, a partir de agora, é que o Governo Municipal passa a ter autonomia para realizar obras e projetos que necessitam de maior investimento na área, o que não era possível antes, por se tratar de um espaço alugado. Além de ser a primeira escola de turno único do município, o espaço rebatizado de Instituto de Educação e Formação Integral Judite Gonçalves (INEFI) passa a oferecer diversos cursos profissionalizantes, projetos sociais, trilhas ecológicas, biblioteca comunitária, além de eventos e cursos abertos à comunidade em geral.

A Educação de Búzios também vive um novo momento com a discussão dos critérios de abono ao estudante universitário; reforma e, em breve, a circulação de ônibus universitários para transporte de alunos matriculados em instituições de outros municípios; reestruturação e reforma de diversas escolas municipais, incluindo a construção do anexo da Escola Municipal Nicomedes Theotônio Vieira, em Manguinhos; teste de acuidade visual em milhares de crianças das primeiras séries do Ensino Fundamental e verificação de contratos e realização de novas licitações.

“Búzios vive uma nova realidade na Educação, isso é notório. Acabamos de ingressar no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), um programa de importância ímpar para a formação de professores alfabetizadores, e estamos substituindo todos os estagiários da rede por professores. Também estamos empenhados em montar as primeiras turmas de aceleração de aprendizagem, com o objetivo de diminuir e extinguir a defasagem idade-série. São muitas mudanças em tão pouco tempo, mas, mesmo assim, pedimos paciência às pessoas que, ansiosas, ainda não conseguiram enxergar o que já foi feito pela Educação em apenas dois meses. Encontramos uma cidade sem o mínimo de base educacional e é meta do prefeito consolidar uma educação de qualidade que escreva uma nova história para Búzios. Para isso, é preciso planejamento e um processo gradual”, afirmou o Secretário de Educação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s